Você sabe como funciona o seguro do seu automóvel? - Grupo Ekto
 

Você sabe como funciona o seguro do seu automóvel?

É impensável, nos dia de hoje, comprar um carro sem resguardá-lo. Assaltos, problemas mecânicos, elétricos, acidentes e possíveis desastres naturais infelizmente acontecem, por isso é sempre bom estar prevenido.

Ao optar pelo seguro, coloque no papel todas as necessidades que você tem para saber exatamente quais as coberturas que constam em cada plano e quais quer contratar. Dessa forma evitam-se surpresas desagradáveis ao precisar fazer uso da apólice.

Depois de pensar sobre o que você realmente precisa e entender como funciona, chegou a hora de decidir a companhia, os valores e as melhores formas de pagamento para o plano escolhido. Toda e qualquer seguradora tem direito, garantido por lei, a um prazo de 15 dias para avaliar os riscos e emitir o título ou até mesmo para recusar a proposta.

Seguro auto: o que é e como funciona?

O seguro para carros protege o cliente e o veículo de eventuais problemas com o mesmo. Existem diferentes planos e coberturas e sempre deve ser feito com profissionais do ramo e agências credenciadas. Importante sempre pesquisar a idoneidade do local para ter a certeza que não se trata de um golpe.

Com o contrato assinado e os pagamentos realizados, a companhia será obrigada a lhe indenizar, caso o seu bem seja lesado conforme os sinistros previstos em acordo. Por isso, lembre-se sempre de ler bem a apólice e assegurar que tudo o que você quer esteja escrito antes de assinar.

Normalmente existem dois tipos de coberturas: as básicas e as adicionais. Essas mais comuns costumam não variar tanto e estão inclusos os itens: roubo, colisão, incêndio, alagamentos e danos por causas naturais. Se você optar por algo mais completo, deve adicionar elementos conforme disposto pelas seguradoras.

Seguro auto: como são avaliados os valores?

Por que alguns seguros são mais caros do que outros? Pois são calculados baseados em uma análise de risco que leva em conta alguns fatores:

– Índice de roubo do modelo escolhido;

– Locais onde o número de roubos e furtos é maior;

– O perfil dos motoristas que mais se envolvem em acidentes;

– O histórico de condução do motorista propenso a assinar a apólice;

– Histórico de sinistro.

Isso quer dizer que se você tem um modelo de automóvel visado pelos bandidos, mora ou frequenta áreas mais violentas, tem um perfil e um histórico de envolvimento em acidentes, o seu seguro será mais alto.

Ao contratar um serviço, o cliente preenche um formulário. Essas questões também ajudam a seguradora a avaliar o valor, portanto, seja o mais honesto possível. Nunca diga que você deixa o seu carro em estacionamento pago durante o dia se isso não acontece, pois se ele for roubado na rua, há o risco de você não ser ressarcido, por ter agido de má fé.

 

Gostou do texto? A EKTO Seguro tem os melhores planos para você e seu veículo. Acesse o nosso site e contate-nos!

 

Leia também: 10 dicas para contratar o melhor seguro para carros

 

No Comments

Post A Comment

Solicitar Contato com a EKTO

Setor de Consórcios

Solicitar Contato com a EKTO

Setor de Investimentos

Solicitar Contato com a EKTO

Setor de Seguros

Solicitar Contato com a EKTO